A estratégia de Bolsonaro para criar o ‘Aliança Pelo Brasil’ a tempo das eleições

COMPARTILHA

SE analisará o uso de assinaturas digitais para a criação do novo partido de Bolsonaro.

Conforme noticiado pelo Conexão Política, o presidente Jair Bolsonaro arquitetou uma estratégia sobre a situação da validação de assinaturas para registro do partido Aliança pelo Brasil.

Em conversa com a imprensa ao deixar o Palácio do Alvorada, Bolsonaro informou que uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a favor das assinaturas digitais levaria o partido a coletar todas as assinaturas necessárias no período de um mês.

É hoje a análise do TSE

O Tribunal Superior Eleitoral deve analisar nesta terça-feira (26) a proposta de Jair Bolsonaro para usar a coleta digital de assinaturas na busca de filiados.

De acordo com o próprio Bolsonaro, essa é a única possibilidade de conseguir emplacar a sigla nas urnas municipais no ano que vem.

O que é preciso?

O partido do Presidente da República precisa estar formalmente registrado junto ao TSE até abril de 2019, seis meses antes do pleito eleitoral de 2020.

Desta forma, o Aliança Pelo Brasil precisa de 491.967 assinaturas coletadas em ao menos nove estados.

Conexão Política

COMPARTILHA