A palhaçada revelada: Globo já sabia que o porteiro tinha mentido e mesmo assim acusou o Presidente

COMPARTILHA

As provas da mentira do porteiro foram para o inquérito há bastante tempo. A Globo omitiu toda essa parte.

Simone Sibilio, procuradora do Ministério Público do Rio de Janeiro, disse que a reportagem do Jornal Nacional teve acesso a investigação que confirmava que o porteiro tinha mentido.

“A promotora afirmou nesta quarta-feira que a investigação (da Globo) teve acesso à planilha da portaria do condomínio e às gravações do interfone e que restou comprovado que o porteiro interfonou para a casa 65 e que a entrada de Élcio foi autorizada por Ronnie Lessa, com quem se encontrou”, afirmou a promotora para a Folha.

Os investigadores já tinham analisado os áudios que Carlos Bolsonaro publicou no twitter e comprovaram que a voz do homem que autorizou a entrada do suspeito era o morador da casa 65.

sensoincomum.org

COMPARTILHA