Alcolumbre paga imprensa do Amapá para promovê-lo

Compartilhe!

Davi Alcolumbre destinou R$ 410,4 mil de sua cota parlamentar —dinheiro público— a dois veículos de imprensa do Amapá para divulgarem seu trabalho no estado, relata André Spigariol na Crusoé.

A despesa, apresentada pelo ex-presidente do Senado somente em março deste ano, refere-se a gastos de 2020.

Continua após a publicidade

Foram contratados para “divulgação das atividades parlamentares” de Alcolumbre o site Seles Nafes, que recebeu ao todo R$ 80,4, e o jornal Diário do Amapá, que embolsou R$ 330 mil.

oantagonista

Compartilhe!

Bolsonaro estava certo: Desemprego e fome avançam na pandemia

Câmara autoriza iniciativa privada a comprar vacinas

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.