AO VIVO: A DESTRUIÇÃO DAS CHUVAS NO RIO DE JANEIRO

Compartilhe nas suas redes sociais!

Chuva causa mortes, deslizamentos, quedas de árvores e bolsões d’água; Rio segue em estágio de crise

Resumo
A tormenta começou por volta das 20h30, quando o Rio entrou em estágio de atenção;
Às 22h15, passou-se para o estágio de crise;
Três mortes: duas em Barra de Guaratiba e uma na Rocinha;
Duas pessoas estão desaparecidas na Avenida Niemeyer. Elas estavam em um ônibus que foi atingido. Na avenida, um novo trecho da ciclovia desabou com deslizamento de terra. A via está interditada;

Pelo menos 120 árvores caíram, segundo a Prefeitura do Rio; algumas derrubaram a fiação e causaram apagões;
Às 8h30 eram 10 pontos de alagamento nos bairros do Leblon, Barra da Tijuca, Gávea, Ipanema, Itanhangá, Botafogo e São Conrado;

Registraram-se rajadas de 110 km/h no Forte de Copacabana, o que caracteriza tempestade violenta;
Chove fraco nesta manhã, e há pontos de alagamento na Barra e na Zona Sul;
Crivella decretou luto oficial de três dias pelas mortes;
Telefones úteis: 193 (Corpo de Bombeiros), 199 (Defesa Civil, que deve ser informada sobre riscos de desabamento);

A Defesa Civil recomenda que os moradores se cadastrem no serviço gratuito de alertas via SMS. Basta enviar o CEP do imóvel para o número 40199, por mensagem de texto.

Globo.com


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe nas suas redes sociais!