Argentina em direção da “venezuelização” na velocidade da luz

A velocidade com que a Esquerda está destruindo a Argentina é impressionante.

Desapropriações, congelamento de preços, aumento de tributos, taxações novas – estão depenando a Economia e jogando o povo à míngua, de modo que a venezualização foi mais rápida do que até os pessimistas imaginavam.

E que disto tiremos uma lição e um aviso:

Continua depois da publicidade

I – A lição é de que não devemos fazer pouco dos avisos que nos são dados. Quando venezuelanos eram alertados de que seriam uma nova Cuba, eles riram e se consideravam grandes e ricos demais em comparação com a acanhada ilha Cubana.

Quando argentinos eram alertados de que seriam uma nova Venezuela, eles riram e se consideravam grandes e ricos demais em comparação com a Venezuela.

Meus amigos, o Comunismo conseguiu escravizar povos inteiros na União Soviética, na China com seu um bilhão de habitantes; não conseguiria escravizar republiquetas latino-americanas.

Ninguém está a salvo, nem mesmo o Brasil com suas dimensões continentais.

Pelo contrário: pelas riquezas naturais e pela capacidade de alimentar o mundo, o Brasil é a galinha dos ovos de ouro.

II – O aviso é de que, se a Esquerda voltar ao poder, ela não perderá tempo.

As derrotas em países importantes para a geopolítica internacional ligaram o sinal de alerta, e a onda crescente de liberais e conservadores será abafada a todo custo.

Mesmo com a Esquerda tendo perdido eleições, ela não perdeu o controle do estamento burocrático e dos grupos de pressão, e já começou a impor a mão de ferro da censura para sufocar esta virada à Direita.

Ela está preparando o terreno para que, na imposição de um regime totalitário com desapropriações, impostos abusivos e perda de direitos fundamentais, ninguém possa sequer abrir a boca para reclamar.”

(Texto de Rodrigo Miceli)

JCO

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

E TOMA! Carlos Bolsonaro rebate Mandetta: “Negacionista é meu ovo, descarado!”

Chegou o dia! Globo oficializa falência com fechamento de portas e funcionários são esmurrados com notícia: “Comunicado”

Selecionados para você!