As propinas da Odebrecht em um quarto de hotel: O deputado petista e ex-presidente da Câmara

Entre 2008 e 2014, o deputado federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia, do PT, teria recebido da Construtora Odebrecht, a bagatela de R$ 8,7 milhões, em propina.

Chinaglia foi indiciado pela Polícia Federal, por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ele teria recebido o dinheiro ilícito para viabilizar a contratação da Odebrecht para tocar obras nas hidrelétricas de Santo Antônio, em Rondônia.

Continua depois da publicidade

A PF assevera que a propina foi paga em 36 parcelas em um quarto de hotel em São Paulo.

Os pagamentos ao petista nas planilhas da construtora, estavam vinculados ao codinome “Grisalho”

Um relatório da PF afirma ainda que o ex-deputado Eduardo Cunha teria intermediado a solicitação de propina do petista.

Isso é o PT.

JCO

COMPARTILHE E COMENTE ABAIXO

A lição de Tarcísio aos ‘ingratos’: “Quem eu era antes de Bolsonaro? Ninguém!”

“Desculpa uma “porra”, diz Coronel José Walterler dos Santos Silva,que irá entrar com uma Ação de Indenização por Danos Morais contra o colégio Marista de Natal

Comente!

Selecionados para você!