Acidente ou ataque? Avião com 176 pessoas cai em Teerã

COMPARTILHE AGORA!

Segundo as autoridades iranianas, não há sobreviventes. A queda ocorreu pouco após a decolagem do aeroporto Imam Khomeini.

Um avião Boieng 737 caiu perto do aeroporto de Teerã, capital do Irã, nesta quarta-feira (8) com 176 a bordo. Segundo as autoridades iranianas, não há sobreviventes.

A queda do avião aconteceu poucas horas após o Irã ter disparado mísseis contra duas bases aéreas que abrigam tropas dos Estados Unidos no Iraque, em resposta à morte do general Qassem Soleimani. No entanto, não há informações sobre relação entre os dois casos.

Confira abaixo o que se sabe e o que ainda falta esclarecer:
A queda do avião foi um acidente ou um ataque?
Ainda não estão claros os motivos da queda do Boeing 737 com 176 a bordo.

Inicialmente, a embaixada da Ucrânia em Teerã divulgou nota afirmando que o avião havia caído devido a falha no motor provocada por razões técnicas, descartando qualquer relação com terrorismo ou com os disparos de foguetes.

Mais tarde, uma nova nota afirmou que as causas estão sendo investigadas.

Quais as pistas sobre as causas da queda?
O avião era equipado com duas caixas-pretas. Ambas foram encontradas e serão periciadas. Uma delas registra as conversas entre os pilotos e outra, os últimos comandos dados.

Por enquanto, a única informação é que o avião pegou fogo após a decolagem e antes da queda. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram a aeronave em chamas.

Qual era o trajeto do voo?
O avião saiu do Aeroporto Imam Khomeini, em Teerã, com destino ao o Aeroporto Internacional Boryspil, em Kiev, na Ucrânia.

O voo era o 752 da companhia Ukraine International Airlines. Ele decolou com quase uma hora de atraso, às 6h12 – hora local.

Onde o avião caiu?
A queda aconteceu perto de Parand, um subúrbio de Teerã, capital do Irã, de acordo com a imprensa local.

Houve sobreviventes?
Segundo as autoridades iranianas, não há sobreviventes. A aeronave transportava 167 passageiros e 9 tripulantes. Não há informações sobre vítimas no solo.

Quem estava no voo?
A aeronave transportava 167 passageiros e 9 tripulantes.

Havia passageiros de 7 nacionalidades, de acordo com o ministro ucraniano de Relações Exteriores, Vadym Prystaiko:

82 do Irã
63 do Canadá
10 da Suécia
4 do Afeganistão
3 do Reino Unido
3 da Alemanha
2 da Ucrânia
Todos os tripulantes eram da Ucrânia.

Quem investiga o caso?
Autoridades iranianas estão coletando informações sobre o caso.

A empresa Boeing escreveu, em seu perfil no Twitter, que está ciente das notícias sobre o acontecido no Irã e que está coletando mais informações.

COMPARTILHE AGORA!