BANDIDA ESPERTA! Doleira da Lava Jato ensina a tirar tornozeleira

COMPARTILHE AGORA!

Juiz repreende doleira condenada na Lava Jato após vídeo em rede social ensinando a retirar tornozeleira.

Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, que autorizou a retirada do equipamento, afirmou em despacho que Nelma Kodama prestou um ‘desserviço à sociedade’.

O juiz Danilo Pereira Júnior, da 12ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, repreendeu em um despacho nesta quinta-feira (8) a publicação de um vídeo em redes sociais da doleira Nelma Kodama, condenada na Operação Lava Jato, ensinando a retirar a tornozeleira eletrônica.

Na terça-feira (6), o magistrado autorizou que ela mesma fizesse a retirada do equipamento, usado desde junho de 2016. O juiz também deu prazo de cinco dias para a doleira devolver a tornozeleira à Justiça Federal.

Conforme o despacho, Nelma divulgou um tutorial de retirada, “disponibilizando em diversos meios de comunicação”. No Instagram, por exemplo, ela fez um vídeo ao vivo.

“Com a divulgação de vídeo retratando o rompimento do lacre da tornozeleira eletrônica, Nelma Mitsue Penasso Kodama presta um desserviço à sociedade brasileira”, afirmou.

Segundo o documento, a atitude configura “inegável comportamento antiético e ofensivo à dignidade da Justiça”. No despacho, o juiz determinou que a defesa dela seja intimada sobre a situação.

“Cabe lembrar que, embora extinta a sua pena privativa liberdade, a executada permanece vinculada aos termos do seu acordo de colaboração premiada, sendo imprescindível que mantenha conduta compatível com seu status de colaboradora”, disse.

G1

COMPARTILHE AGORA!