Bandidagem invade celulares de procuradores da Lava Jato e tenta deturpar informações para favorecer criminosos

É PRA COMPARTILHAR!

A Organização Criminosa é vil, age sorrateiramente e não tem o menor escrúpulo.

Os bandidos, através da ação de hackers invadiram telefones e aplicativos de procuradores da Operação Lava Jato, usados para comunicação privada no ambiente de trabalho e, possivelmente, o celular do ministro Sérgio Moro.

Neste domingo (9) essa bandidagem utilizou um site americano para divulgar uma matéria criminosa.

Frustrados, certamente não encontraram nada demais no material coletado ilegalmente, então soltaram uma reportagem com partes de diálogos, tentando expor e deturpar as atividades desenvolvidas pela maior operação contra a corrupção da história, objetivando atender interesses dos criminosos.

Doravante, com dados pinçados em conversas entre as autoridades, vão tentar plantar o terror.

É necessário que as autoridades brasileiras tomem medidas enérgicas.

Os meliantes ultrapassaram todos os limites.

O ministro Sérgio Moro divulgou nota sobre o assunto:

“Sobre supostas mensagens que me envolveriam publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo.

Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido retiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.”

Otto Dantas

É PRA COMPARTILHAR!