Bela estratégia: Governo faz comunista ser contra expropriação estatal

VAMOS COMPARTILHAR!

O governo Bolsonaro quer criar um documento de identificação de estudantes que assegure a meia entrada e esvazie a UNE. O Inep, que tem o cadastro de todos os estudantes do país, emitiria o documento. Desde 2013, por lei assinada por Dilma Rousseff, a UNE e a UBES detém o monopólio de emissão das carteirinhas, que financiam a maioria de suas atividades.

Essa é a notícia. A piada é que Pedro Gorki, presidente da Ubes e filiado ao Partido Comunista do Brasil, classificou a iniciativa como uma “interferência indevida do Estado” na sua entidade privada.

Incrível, o governo Bolsonaro está fazendo comunista ser contra expropriação estatal.

Daqui a pouco o Lindbergh Farias vai se matricular na pós do Instituto Mises.

Rafael Rosset
Jornal da Cidade Online


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

VAMOS COMPARTILHAR!