Bolívia acaba com a picaretagem dos “médicos cubanos” e rompe com a Venezuela

COMPARTILHA

Evo Morales, assim como Dilma Rousseff, também bancava a ‘escravização’ de médicos cubanos.

Com o dinheiro do povo boliviano ele protagonizou algo semelhante ao programa “Mais Médicos”.

A nova ministra das Relações Exteriores da Bolívia, Karen Longaric, encerrou definitivamente a farra.

A nova ministra também anunciou o rompimento das relações com o governo de Nicolas Maduro, da Venezuela.

Pelo visto, o país pretende seguir os passos delineados pelo presidente Jair Bolsonaro.

São novos tempos…

Jornal da Cidade Online
Revista Veja

COMPARTILHA