Em posse, Castello Branco toma posse na presidência da Petrobras critica os monopólios

Compartilhe essa notícia!

Na cerimônia, ministro de Minas e Energia falou em permitir novos agentes no mercado de combustíveis e derivados.

Tomou posse nesta quinta-feira (3), em cerimônia no Rio de Janeiro, o novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco.

Castello Branco, que recebeu o crachá de presidente da Petrobras das mãos da presidente interina, Solange Guedes, criticou a existência de monopólios, e defendeu uma menor intromissão do Estado na economia.

“Através de privilégios e monopólios se transferiu renda do povo brasileiro para pequenos grupos de interesse. Privilégios e monopólios são inadmissíveis numa sociedade livre. Monopólios restringem a liberdade de escolha e impõem aos cidadãos tributação predatória e sem aprovação do parlamento”, afirmou.

Segundo ele, a presença forte do estado na economia é responsável pela pobreza do país. “Quanto maior a intromissão do estado na economia, mais restrita é a liberdade, menor é o crescimento e maiores as oportunidades para distribuição de favores. É a construção de uma fábrica de pobres”, disse.

Fonte: G1


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe essa notícia!