Antônio Augusto Brandão de Aras, indicado para o cargo de procurador-geral da República, durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado

Brasil em parafuso: PGR vai recorrer da decisão de Fachin sobre os dados da Lava Jato

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO


A Procuradoria-Geral da República (PGR) vai recorrer da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin que revogou nesta segunda-feira (3) a decisão liminar (provisória) que permitia o compartilhamento de dados entre as forças-tarefa da Operação Lava Jato no Paraná, no Rio de Janeiro e São Paulo com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

A ideia é apresentar um recurso tão logo a decisão de Fachin seja publicada.

Ainda não está definido se o recurso será direto para a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, da qual Fachin faz parte; ou direto ao plenário. Integram a Segunda Turma, além de Fachin, os ministros Cármen Lúcia, Celso de Mello, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski.

Continua depois da publicidade

CNN BRASIL

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO

NOTA 10! Antonia Fontenelle funda a Associação Mães do Brasil contra a erotização infantil

Vídeo espetacular! “Raio X” do STF: Mestre em Direito Público analisa as últimas ações dos ministros