CALA A BOCA GLOBO: Com apenas uma pancada, Rodrigo Maia acerta a repórter Andréia Sadi e a deputada Gleisi Hoffmann

É PRA COMPARTILHAR!

Na saída da eleição que reconduziu Rodrigo Maia à presidência da Câmara, a jornalista escroque Andréia Sadi perguntou duas vezes ao Deputado se o Presidente Bolsonaro havia ligado para parabenizá-lo.

Andréia Sadi, petista de carteirinha, ardilosamente tentou criar um clima de constrangimento entre o reeleito Rodrigo Maia e o Presidente da República que ela tanto odeia.

Rodrigo Maia percebendo a intenção da jornalista, respondeu com muita elegância:

“Não sei, ainda não tive tempo de olhar meu celular”.

Talvez a moça esteja com problema de memória, ou até mesmo desinformada, e por conveniência não atinou para o fato de que o Presidente encontra-se em convalescença num hospital, após uma cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia, e proibido pelos médicos de falar. A canalhice da moça transcende a razão do jornalismo.

Em seguida Andréia Sadi questionou Rodrigo Maia se ele sabia que Gleisi Hoffmann havia decidido não apoiá-lo, por Maia ter recebido o apoio do PSL. Mais uma vez Rodrigo Maia deu a resposta na medida certa, só que como um chute na boca do estômago tanto de Andréia quanto de Gleisi:

“Ultimamente eu só tenho lido as chamadas das principais notícias. Talvez essa não tenha importância e não tenha tido destaque, e por isso eu não li”.
Ignorar completamente os arroubos da desequilibrada Gleisi Hoffmann e as provocações da jornalista que é a cara da pelegada da Globo News deu a Rodrigo Maia um verdadeiro strike. Algo me diz que ele vai usar a política do “Se começar nesse tom comigo, a gente vai ter problema”.

Maia não é burro. Ele não vai entrar na pilha dessa esquerdalha, cuja cúpula ou está presa ou está prestes a ir, e deixar de lado um bom relacionamento com um Presidente da República que teve e tem o apoio da maioria dos eleitores. Não cometeria um suicídio político.

Marcelo Rates Quaranta

Jornal da Cidade Online

É PRA COMPARTILHAR!