China: Imagens aterrorizantes mostram passageiros do metrô com água na altura do pescoço

Compartilhar

Pelo menos 25 pessoas morreram na província central de Henan, afetada pelas enchentes na China, uma dúzia delas em uma linha de metrô na capital Zhengzhou, e mais chuvas estão previstas na região. Autoridades meteorológicas chinesas classificaram como as chuvas mais fortes em 1000 anos.

Vídeos compartilhados nas redes sociais mostram inundações no metrô e passageiros com água na altura da cintura. Água é vista correndo para as plataformas.

Mais de 500 pessoas foram resgatadas dos túneis na província de Henan, disseram as autoridades.

As chuvas nos últimos três dias foram quase iguais à média anual da cidade. Vinte centímetros caíram em apenas uma hora na terça-feira em Zhengzhou, a capital local da província de Henan com uma população de 10 milhões.

Trechos da província permaneceram submersos nesta quarta-feira, enquanto as autoridades evacuavam cerca de 200 mil pessoas para zonas seguras, de acordo com a mídia estatal.

Mais chuva está prevista em Henan nos próximos três dias, e o Exército de Libertação do Povo enviou mais de 5.700 soldados e pessoal para ajudar na busca e resgate.

“Os esforços de prevenção de enchentes se tornaram muito difíceis”, disse o líder chinês Xi Jinping em um comunicado transmitido pela televisão estatal.

Zhengzhou também abriga várias fábricas da Foxconn, um importante fornecedor da Apple, embora as fábricas continuem operando normalmente.

Os militares da China explodiram uma barragem na noite de terça-feira em uma tentativa de liberar as águas da enchente.

Várias barragens e reservatórios ultrapassaram os níveis de alerta e soldados foram mobilizados para desviar rios que transbordaram. Voos e trens em muitas partes de Henan também foram suspensos.

gazetabrasil

Compartilhar

FAXINA: Bolsonaro anuncia que irá fazer uma nova reforma ministerial

O cerco aperta e Luís Miranda será investigado por denunciação caluniosa contra o presidente da República

Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.