Com 30 anos de intervalo, duas entrevistas de Pedro Bial desvendam o plano macabro de Lula (Veja o Vídeo)

Compartilhe nas suas redes sociais!

Sempre que alguém lhe disser que o PT não é socialista e que não corríamos nenhum risco de nos tornarmos uma Venezuela, lembre deste vídeo publicado no final do texto: Lula manifestou seu desejo de implantar o socialismo no Brasil.

Parece que todos esqueceram, inclusive os próprios jornalistas que fizeram a reportagem na época, mas recebi de um amigo essa pedra preciosa para que eu escrevesse sobre o assunto. Tarefa fácil, afinal, o vídeo fala por si.

Numa entrevista com Pedro Bial, o então recém eleito presidente da Polônia, Lech Wałęsa, assumia o cargo depois de 30 anos sob o regime comunista. Ele falava, entre outras coisas, sobre outro líder sindical, Lula, desejando que “caso eleito não se afaste de sua origem”, (o povo).

Passados 16 anos desta entrevista, o mesmo Pedro Bial reencontra Lech Walesa que explica suas diferenças com Lula. Enquanto Lech teve a difícil missão de transformar um país destruído pelo comunismo em capitalista, o Lula tinha a intenção de implantar o socialismo tupiniquim.

Estamos falando de uma entrevista de 2005, a qual Lula “não quis comentar” e ele já era nosso presidente.

Vale lembrar, a nível de comparação, que a Polônia tem uma carga tributária que gira em torno de 17% enquanto o Brasil tem 37% do PIB, a inflação polonesa é de 1.9% e a brasileira 3.8% e o desemprego lá na Polônia é de 4.% enquanto aqui, convivemos com 14%.

“Fácil fazer uma sopa de peixe com um aquário, os peixes e as plantas já estão lá, basta aquecer a água”.

Já estávamos fervendo no aquário e nem sabíamos, até que veio uma onda gelada e inviabilizou a fervura.

Mais uma prova que a onda conservadora chegou na hora certa no país e foi o fator decisivo entre o socialismo e o capitalismo.

Só não viramos uma “república socialista” porque houve um misto de incompetência e sorte, (Lula não conseguiu ser eficiente no seu plano e sorte do povo brasileiro), mas desse mandato não passaria

Raquel Brugnera
Jornal da Cidade Online


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe nas suas redes sociais!