‘Corretor das estrelas’, indiciado por atuar com ‘Faraó dos Bitcoins’, é preso em São Paulo; ele estava foragido

Compartilhar

RIO — A Polícia Federal prendeu na tarde desta terça-feira um dos foragidos da Operação Kryptos II, realizada no mês passado. Michael de Souza Magno, conhecido como o “corretor das celebridades”, foi localizado quando passava pela Rodovia Castelo Branco, em Araçariguama, em São Paulo, a bordo de um Jaguar.

Durante investigações: ‘Corretor das Estrelas’, acusado de integrar esquema do ‘Faraó dos Bitcoins’, resistiu à entrega de celulares para PF

Assim como Glaidson Acácio dos Santos, dono da GAS Consultoria, Michael Magno já havia sido denunciado por fraude contra o sistema financeiro nacional. No entanto, seguia foragido. O homem foi encaminhado a um presídio da capital paulista e será transferido para o Rio nesta quarta-feira. Michael ficou conhecido no eixo Rio-São Paulo por aparecer em fotos ao lado de artistas para os quais já teria vendido imóveis.

A Operação Kryptos coloca o corretor como um importante operador da GAS que prometia 10% de rendimentos mediante investimento em criptomoedas.

O que fazer: Saiba se é possível recuperar dinheiro investido na empresa do ex-garçom investigado por esquema de pirâmide

Embora a investigação pontue que não há vínculo formal entre o corretor e Glaidson, Michael era, segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF), ligado ao casal Tunay Pereira Lima e Marcia Pinto dos Anjos, ambos presos no mesmo dia que o ex-garçom — em 25 de agosto — durante a operação. Michael declarou, em 2021, bens e rendimentos tributáveis de mais de R$ 32 mil, além de um patrimônio de pouco mais de R$ 293 mil.

g1

Compartilhar

Relatório alternativo da CPI vai pedir indiciamento de Bolsonaro e Pazuello

Vizinhos reclamam de “sexo selvagem” e garota de programa é despejada

Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.