Cortes no Ministério da Economia devem economizar R$ 366 milhões

É PRA COMPARTILHAR!

O Ministério da Economia, que funciona sob o comando de Paulo Guedes, anunciou uma série de cortes que deverão economizar R$ 366 milhões.

As despesas que deixarão de existir vão desde o cafezinho, que terá máquinas e materiais cortados em 100% até o valor pago a estagiários e gastos com telefonia móvel, transporte e locomoção de servidores.

“Shutdown seria parar as nossas atividades totalmente. A gente vê nos Estados Unidos, fecha o ministério. A gente não vai fazer isso. A gente está vendo o que a gente pode cortar de gasto que não tem necessidade nem impacto para prestar o serviço para o cidadão para que a gente possa manter o serviço ao cidadão”, afirmou Marcelo Guaranys, secretário-executivo.

Com informação dO Antagonista.

É PRA COMPARTILHAR!