Crítico de Bolsonaro, governador de NY é acusado de abuso sexual

Compartilhe!

Ex-assessora do gabinete de Andrew Cuomo fez denúncias de conduta imprópria contra o governador.

O governador democrata de Nova Iorque, Andrew Cuomo, abriu uma investigação independente após o jornal The New York Times publicar reportagem em que Charlotte Bennett, ex-assessora em seu gabinete, o acusa de abuso sexual e conduta imprópria.

Continua após a publicidade

Cuomo negou as acusações e disse que nunca agiu de maneira imprópria com Bennett ao anunciar Barbara Jones, ex-juíza federal dos Estados Unidos, para conduzir a apuração dos fatos relatados.

– Peço a todos os nova-iorquinos que esperem o resultado da investigação antes de fazer qualquer julgamento – afirmou.

Bennett é a segunda ex-assessora do governador de Nova Iorque a denunciar conduta imprópria. Em post na rede social Medium na última quarta-feira, Lindsey Boylan, que trabalhou no gabinete de Cuomo entre 2015 e 2018, falou que o governador a abusou em 2017.

O governador vem sendo criticado pelo legislativo local, com o Partido Republicano pedindo seu impeachment por conta das políticas contra a pandemia do novo coronavírus. Os dois partidos emitiram declarações pedindo uma “investigação realmente independente”.

Logo no início da pandemia, em abril do ano passado, Cuomo fez críticas à condução do Brasil no combate da Covid-19. Na época, ao defender as medidas de isolamento, o democrata afirmou que a gestão de Jair Bolsonaro e de países como a Suécia fazia com que muitas pessoas morressem.

*Estadão

Compartilhe!

Bolsonaro fala a realidade: “Saúde sempre teve seus problemas e falta de UTIs era um deles”

Merece parabéns? STF completa 130 anos com chuva de críticas

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.