De mulher pra mulher, embaixatriz brasileira dá a devida resposta para Michelle Bachelet

É PRA COMPARTILHAR!

A resposta de Jair Bolsonaro à Sra. Michelle Bachelet (ONU) levantou uma onda de indignação de certos setores da sociedade e até de alguns de seus apoiadores.

A franqueza de Bolsonaro faz arrepiar o cabelo de gente desacostumada em ouvir verdades duras e de seus gestos de honestidade.

A Sra. Bachelet mentiu, sentada na cadeira da mesa da ONU em Genebra, sim ela falou MENTIRAS sobre o Brasil.

Aliás, hoje, qualquer Macron ou Bachelet da vida se acha no direito de criticar o Brasil.

Uma das mentiras foi que no Brasil, o espaço democrático está reduzindo!

De onde ela tirou isso?

Vivemos em um país onde a esquerda e a mídia fazem todo o esforço para diariamente humilhar o presidente da República e as instituições oficiais, enquanto enaltecem ladrões, corruptos e assassinos.

Bolsonaro é duro com as palavras, quase sempre, mas até hoje desconheço nele qualquer atitude anti democrática.

Ele suporta tudo como um democrata autêntico: ofendem, vasculham a vida e humilham sua esposa, cometem injustiças, fazem filmes simulando sequestros da filha de seu Ministro da Justiça; publicam charges com a cabeça dele decepada e até publicam vídeo dizendo que vão assassiná-lo.

A mídia ataca 24 horas sem trégua com mentiras, desonestidades, pesquisas falsas, enquanto esconde seus próprios podres (delação do Palocci, p. exp.).

Onde está redução do espaço democrático?

A esquerda encolheu, mas justamente pelo fato do espaço ser democrático.

A Sra. Bachelet mentiu demagogicamente para fazer cena, como mentem cinicamente todos os comunistas, esquerdistas e etc.

A segunda afirmação dela foi mais desonesta ainda, dizendo que os níveis de segurança estão mais fracos no Brasil.

Ora, até a mídia podre reconhece a queda dos índices de violência em quase 25%, em pouco tempo do governo atual.

O governo está aplicando golpes mortais no narcotráfico e, ontem mesmo, o Centro de Operações Integradas (COI), criado por Sérgio Moro prendeu 31 pessoas que praticavam pornografia infantil, numa ação articulada com vários países.

Então, em quais fundamentos se baseou a Sra. Bachelet para falar o que falou? Quais fontes de dados ela usou? Quem passa as informações a ela?

A realidade pura e simples é que a Sra. Bachelet quer atingir o governo Bolsonaro MENTINDO.

Se ela disser a fonte de onde recolheu os dados, pode-se discutir a questão, mas, falar bobagens maldosas qualquer um fala.

De fato, Bolsonaro ás vezes exagera, reconheço, mas sempre dentro de um conteúdo de verdade, repudiando mentiras.

(Texto de Maria Luiza Fernandez. Embaixatriz)

Publicado originalmente no Clube Militar

É PRA COMPARTILHAR!