Depois do STF soltar o traficante agora a polícia é quem tem que corres atrás novamente

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Foragido, traficante André do Rap é alvo de operação da polícia de SP após presidente do STF suspender soltura.

Apontado como chefe da facção criminosa PCC e acusado de gerenciar o envio de grandes remessas de cocaína à Europa, ele foi libertado no sábado por decisão do STF, que cassou horas depois a mesma decisão.

Considerado foragido, o traficante André Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap, um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo, é alvo de operação da Polícia Civil de São Paulo.

Continua depois da publicidade

Ele foi libertado da Penitenciária de Presidente Venceslau, no interior paulista, na manhã deste sábado (10), após ter um habeas corpus concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello.

Horas depois, o presidente do STF, Luiz Fux, suspendeu a decisão e determinou o retorno de André à prisão.

Em nota enviada na manhã deste domingo (11), a Secretaria da Segurança Pública (SSP) afirmou que policiais dos departamentos Estadual de Investigações Criminais (DEIC), de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) e de Operações Policiais Especiais (DOPE) estão em diligências desde a tarde deste sábado (10) para tentar encontrar o traficante.

G1

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Violência contra mulher: ‘Vítimas estão morrendo sem conseguir fazer denúncias’, diz juíza do DF

Para desespero dos incendiários da esquerda, Salles anuncia o fim do incêndio na Chapada dos Veadeiros