Diz pra mim que é fake! “Vergonha alheia” que não sabe escrever “racismo”

COMPARTILHA

O ex-ministro da Educação, que ficou no cargo por longos 8 anos, e que queria se eleger Presidente da República, e que dizia na campanha ser um culto e competente acadêmico, escreve “rascismo”.

Já não é o primeiro erro básico, típico de quem não conhece a língua portuguesa, que ele comete, deixando claro que a situação de falimento da educação da era petista no controle do Estado é consequência direta dessa pessoa, que se fizesse uma redação de 20 linhas sobre qualquer assunto cometeria erros de grafia e concordância (nominal e verbal) típicos de um semi-analfabeto.

Fernando Haddad é mais uma prova da mediocrização que o PT impôs ao país, ao colocar incapazes em lugares de destaque no Estado.

Guillermo Federico Piacesi Ramos

COMPARTILHA