Drogado, inútil e encostado na Globo: Casagrande defende Carol Solberg após nota de repúdio da CBV

Comentarista do Grupo Globo, Casagrande usou suas redes sociais para defender a atleta Carol Solberg — que faz dupla com Talita —, que gritou ‘fora Bolsonaro’ após a conquista de uma medalha de bronze no Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia e viu a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) repudiar publicamente sua atitude. Em nome do movimento Esporte pela Democracia, Casão publicou em seu Twitter um texto em que defende o exercício do direito de expressão política da atleta ao falar contra o presidente nos microfones do SporTV, que transmitiu o jogo.

“Em seu legítimo direito de se expressar politicamente, a atleta Carol Solberg, do vôlei de praia, terminou entrevista ao Sportv com um ‘Fora Bolsonaro!’. A CBV repudiou a manifestação e ameaçou com ‘medidas cabíveis'”, escreveu Casagrande. O ex-jogador pontuou ainda que a CBV usou uma palavra racista – ‘denegrir’ – em sua nota de repúdio e sugeriu que a entidade permaneça em silêncio e respeite a liberdade de expressão dos atletas.

E ainda usou, em sua nota, um inaceitável “denegrir”, um termo racista que deve ser fortemente repudiado. Nós, do movimento Esporte pela Democracia, treplicamos aqui de maneira singela: a única medida cabível à CBV é seu silêncio em respeito à liberdade de expressão”, complementou.

Continua depois da publicidade

Vai carol, vai pra Cuba!

UOL

COMPARTILHE E COMENTE ABAIXO

Vídeo mostra como tratar político ladrão, em Cuiabá. O povo soltou todos os cachorros no vereador….

Saiba quanto ganha a “descontente” Carol para bater bola na areia e perder todas as partidas

Comente!

Selecionados para você!