E acabou! Conselho de Ética arquiva representação contra Eduardo Bolsonaro por quebra de decoro

Compartilhe!

Dos 15 votantes, 12 foram favoráveis ao deputado do PSL.

BRASÍLIA — O Conselho de Ética da Câmara dos deputados decidiu arquivar a representação contra Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) protocolada pelo PSL a pedido da deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), que o acusou de ter quebrado o decoro ao promover um “linchamento virtual” contra ela, por postagens consideradas “difamatórias e injuriosas” nas redes sociais.

Continua após a publicidade

Bolsonaro sobrevoa cheias no Acre e anuncia medidas de socorro
Emenda Daniel Silveira está em pauta para votação na Câmara
Começa distribuição de 3,2 milhões de doses da vacina contra covid-19
A representação havia sido protocolada em 2019, durante o racha na legenda envolvendo o presidente Jair Bolsonaro e o presidente nacional do partido, Luciano Bivar (PSL-PE).

Dos 15 integrantes do conselho que votaram nesta quarta-feira, 12 seguiram o parecer do relator, Eduardo Costa (PTB-BA), que propôs o arquivamento argumentando que as postagens estão dentro da prerrogativa de imunidade parlamentar a que Eduardo Bolsonaro tem direito.

agoranoticiasbrasil

Compartilhe!

Joice perde mais uma: Processo por criticar Eduardo Bolsonaro

STF julga como será depoimento de Bolsonaro sobre interferência na PF

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.