‘Estamos atrás dessa gente’, diz Barroso sobre ‘milícias digitais’

“Tem um financiamento privado. Nós vamos atrás do dinheiro também. Nós estamos atrás dessa gente”, diz Barroso.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmou que a Corte fechou uma parceria com as principais redes sociais para combater a disseminação de fake news nas eleições.

Em entrevista à emissora GloboNews, neste domingo (27), Barroso declarou:

Continua depois da publicidade

“Claro que nós iremos reprimir os casos de fake news que possam ser reprimidos judicialmente. Mas nós estamos fazendo um pouco diferente. Nós estamos tendo uma atuação preventiva intensa para tanto minimizar a ocorrência de fake news, quanto para procurar neutralizar a ocorrência de fake news.”

Barroso, que também é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), destacou que a disseminação de fake news é feita muitas vezes por grupos classificados por ele como “milícias digitais” e “terroristas verbais”:

“Tem um financiamento privado. Nós vamos atrás do dinheiro também. Nós estamos atrás dessa gente, não pelas opiniões, mas pelo comportamento concertado de difusão de mentiras, de difusão de ódio, e de ataques à justiça eleitoral.”

Renova Mídia

COMPARTILHE E COMENTE ABAIXO

PF vai pra cima e PGR solicita arquivamento de queixa de Boulos contra Eduardo Bolsonaro

Mandetta para Bia Kicis: “Racista nauseabunda. Chula. Pequena. Inútil. Abjeta. RACISTA!”

Comente!

Selecionados para você!