Fachin mantém proibição de compartilhamento de dados da Lava Jato

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO


O ministro do STF decidiu submeter o caso ao plenário do Supremo.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, rejeitou, nesta segunda-feira (10), um recurso apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR).

A PGR tentava reverter decisão do próprio Fachin na semana passada.

Continua depois da publicidade

O ministro havia barrado o compartilhamento de informações das três forças-tarefas da operação “Lava Jato” com a instituição de cúpula do Ministério Público Federal (MPF).

Ao rejeitar recurso da PGR movido na última sexta-feira (8), segundo o portal Terra, Fachin declarou:

“Mantenho a decisão agravada, diante da pacífica jurisprudência da corte quanto à não transcendência dos motivos de determinantes e pelos demais fundamentos nela declinados, os quais se mantêm de modo hígido mesmo diante das razões recursais.”

Mesmo com a decisão negativa, o ministro do STF decidiu submeter o caso ao plenário do Supremo.

G1

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO

Doria pede e Gilmar solta Baldy, denuncia Senador

Juiz condena Gilmar por ofender Deltan, mas o povo é quem vai pagar indenização