Funcionários da Globo vão parar atividades nesta sexta-feira e podem entrar em estado de greve

COMPARTILHE!

A principal reclamação é de um suposto “downgrade” em planos de saúde dos funcionários.

Sindicalistas e funcionários da Globo em São Paulo decidiram fazer uma paralisação nesta sexta-feira (10), informa o portal Observatório da Televisão.

O motivo do protesto é devido o novo projeto de unificação de várias empresas do Grupo Globo, o Uma Só Globo.

Em entrevista ao portal, o diretor responsável pela Globo no Sindicato dos Radialistas de São Paulo, Josué Ramos, disse que “um estado de Greve pode ser decretado”.

“A decisão de paralisação foi dos trabalhadores. O Sindicato como representante desses trabalhadores, se coloca a disposição para apoiar, organizar e representar os trabalhadores numa eventual negociação com a empresa. O ato [de hoje] na porta da emissora, tem o caráter de decidir pelo estado de greve e qual a pauta que nós discutiremos na negociação”, afirmou Josué.

Reivindicações

No dia 24 de dezembro, o Conexão Política noticiou o texto que circulava nas redes sociais e grupos de mensagem de funcionários da Globo, em que faziam uma convocação de protesto na emissora para o dia de hoje.

A motivação seria um ato de repúdio contra mudanças em planos de saúde, série de demissões e cortes feitos ou anunciados pela emissora.

Jornalistas, especialmente, vêm protestando contra as mudanças no regime de contratação e nos planos de saúde.

Segundo informações do colunista Ricardo Feltrin, do portal UOL, a informação foi obtida por meios de grupos de mensagens em que funcionários da emissora fazem parte.

A coluna também ouviu fontes sindicais, que confirmaram que há dois grupos insatisfeitos com a emissora.

A resposta da Globo

Por meio da CGCom, quando a informação veio à tona ,a emissora também negou a coluna, em nota, que os funcionários serão prejudicados, ou que eventuais mudanças nos planos irão afetar ou interromper tratamentos.

Leia a nota na íntegra:

“Não haverá interrupção de tratamentos. O que acontece é que a Globo, como parte dos processos de busca de eficiência e evolução constante, dedicou os últimos 12 meses a estudar os pacotes de benefícios oferecidos pelas grandes empresas.

E, em linha com as melhores práticas do mercado, fez alguns ajustes no seu plano de saúde para continuar oferecendo uma das mais abrangentes coberturas.

A Globo está segura de ter chegado num modelo que resguarda o cuidado que historicamente tem com seus funcionários e familiares. CGcom – Central Globo de Comunicação.”

Conexão Política