Imprensa petista diz que Lewandowski “ordenou” Toffoli a liberar entrevista de Lula

Compartilhe essa notícia!

“O teu passado te condena”. Parece ser esse o grande problema que paira sobre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Lamentavelmente, ninguém tem o menor respeito pelo magistrado.

A condição de ministro sem possuir os requisitos básicos para o exercício da função não parece ser o único motivo. A denúncia sobre uma suposta ‘mesada’ de R$ 100 mil, que Toffoli recebe de sua esposa e o seu comportamento parcial em julgamentos e decisões importantes, além da própria soltura de José Dirceu, o deixam numa posição enfraquecida, obrigado a suportar em silêncio inúmeros ataques.

O jornal petista 247, em sua manchete desta terça-feira (4) destaca:

Lewandowski MANDA Toffoli liberar entrevistas.

No texto da matéria o jornal prossegue humilhando o presidente da corte:

“Em despacho nesta segunda-feira (3), o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF) ORDENOU o presidente da Corte, Dias Toffoli, a liberação de entrevistas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos jornalistas Florestan Fernandes Júnior e Mônica Bergamo.”
Quem faz o “cargo” é o seu detentor. Não o contrário.
Um cargo não faz um homem.

Toffoli, pelo visto, apequenou o mais alto cargo do Poder Judiciário brasileiro.

Até a pobre imprensa petista o massacra.

Fonte: Jornal da Cidade Online


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Compartilhe essa notícia!