“Marighella” não estreia, Wagner Moura ataca e culpa o governo e é desmentido pela própria produtora

COMPARTILHE!

O mau-caratismo do ator Wagner Moura veio à tona de maneira deprimente, demonstrando toda a sua ira contra o atual governo e a sua falta de escrúpulos e de honestidade nas críticas que faz.

Até hoje o filme Marighella não conseguiu estrear no Brasil.

Questionado sobre o assunto, Moura respondeu que se tratava de uma censura velada do governo.

“A Ancine está destruída”, afirmou.

E em seguida ele acusou o governo:

“A censura não é como a da ditadura militar, que dizia ‘isso é proibido’. Hoje eles infiltram pessoas nessas agências, e elas tornam tudo impossível de acontecer. Foi isso que fizeram com Marighella. Acharam uma forma de tornar o lançamento impossível do ponto de vista burocrático.”

Mentira deslavada!

E Wagner foi desmentido pela própria produtora responsável pelo seu filme.

Segundo matéria publica na Revista Veja, a Ancine atribuiu o problema em razão de uma inadimplência da empresa que produziu Marighella – a 02 Filmes – com o órgão.

A própria revista fez contato com a 02 Filmes e constatou a mentira de Wagner Moura.

Segundo a Veja, “a produtora reconheceu o problema e disse que já tomou todas as medidas cabíveis para solucioná-lo” e desmentiu categoricamente o ator: “Em nenhum momento acreditamos que houve qualquer tipo de censura.”

A própria produtora ainda esclareceu que a tal inadimplência “não é por prestação de contas e sim referente a uma prorrogação do prazo de entrega de um outro projeto.”

Ficou muito feio para Moura.

Por isso que essa turma fica cada vez mais desacreditada.

revista veja