Matou a filha de Gloria Perez e agora denuncia a mãe por ameaças e difamação

Compartilhe!

Paula Thomaz, a mulher que foi condenada a 15 anos (dos quais passou sete presa) pelo assassinato de Daniella Perez, filha da autora de novelas Gloria Perez, decidiu “inverter a questão” e abrir uma queixa-crime contra a novelista da TV Globo. Tudo começou quando Gloria, ao responder comentários de seus seguidores, criticou o fato de Paula investir na carreira artística de sua filha caçula.

“Essa criminosa não tem limites. Não preservou o filho que tinha na barriga quando se fez assassina e não preserva a filha de um meio (artístico) onde terá sempre como referência ser filha de uma assassina”, escreveu a autora.

Continua após a publicidade

Segundo informações divulgadas pelo jornal O Dia, Paula, que atualmente usa o sobrenome Peixoto, e o marido dela, Sérgio Peixoto, abriram um boletim de ocorrência contra Gloria e alguns dos seguidores da autora na Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, no Centro do Rio, pelos crimes de ameaça e difamação.

Nos depoimentos prestados a autoridades policiais, o casal cita algumas ameaças dos seguidores de Gloria como: “Vai, Gloria, agora manda matar a filha dela” e “é bom ela colocar a filha sim… Quem sabe acontece o mesmo e alguém tira a vida da filha dela da mesma forma. Aqui se faz, aqui se paga”.

Gloria Perez foi intimada a depor, mas enviou seu advogado para se inteirar da denúncia. Alguns dos seguidores da autora, responsáveis pelas ameaças citadas no boletim de ocorrência, também podem ser intimados. Até o momento o inquérito segue em fase de diligências e ainda não virou um processo.

terrabrasilnoticias

Compartilhe!

Urgente: Pfizer é acusada de “chantagear” governos em negociações da vacina

Socialismo! Venezuela vacina Políticos e Militares na frente dos idosos

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.