Médica pediu a morte e implora o perdão de Bolsonaro, após ter diploma cassado

Compartilhe!

A médica ginecologista Rozeli de Medeiros Poloni, de Vitória-ES, pode ter seu diploma cassado após desejar a morte do presidente do país. A ginecologista jurou salvar vidas e torcer pelos doentes, que precisam dos cuidados do profissional em medicina.

A ginecologista ficou sabendo que o caso poderia ser judicializado pelo presidente e em menos de uma semana a medica poderia ter o diploma cassado, por crime de segurança nacional.

Continua após a publicidade

Após ter repercussão negativa a medica foi a público em suas redes sociais implorar pelo perdão do presidente Jair Bolsoanro.

A medica pediu perdão somente após saber que poderia sofrer a perca de seu registro e de seu diploma. Então, fica na cara que ele pediu perdão não por está arrependida e sim por está morta de medo de perder seu diploma e seu registro no conselho de medicina. A maldade vai continuar dentro dela!

Minha opinião:

Você só fala ou escreve aquilo que está dentro de seu coração, então essa medica tem uma maldade muito grande por dentro.

Um paciente não deve jamais, acreditar em um “profissional” dessa laia.

A medica que talvez nem tenha a dignidade de ser chamada de medica, sentiu o verdadeiro peso e viu que Bolsonaro realmente representa os patriotas e o Brasil.

Veja o pedido de perdão da medica redirecionado ao presidente Jair Messias Bolsonaro.

Jornal316

E veja esses absurdos!

https://presidentebolsonaro.com/bolsonaro-mate-sua-filha-laura-michele-e-se-suicide-com-raticida-diz-professor-em-rede-social/

DRa. Morte: Médica torcendo para Bolsonaro ser “intubado”, viola gravemente o código de ética

ALOU PF! EMPRESA CONTINUA VENDENDO A CABEÇA DO PRESIDENTE DECAPITADO, PODE ISSO?

Vídeo: O padre chama Bolsonaro de bandido e diz que precisamos nos confessar

Alou PF e Interpol! José de Abreu diz: “Bolsonaro e Mourão deveriam ser torturados para aprender”

Compartilhe!

Augusto Nunes: “É preciso coragem para tanta covardia”

Congresso de El Salvador destitui membros do Supremo Tribunal de Justiça e procurador-geral

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.