No fundo do poço, Frota faz “apologia ao crime” cometido por Adélio contra Bolsonaro

COMPARTILHA

Alexandre Frota, ex-apoiador de “Bolsonaro até o fim”, retorna do seu já semi-anonimato, para nos brindar com mais uma de suas peripécias ridículas.

Desta vez, o deputado eleito, única e exclusivamente por ter se alinhado a Jair Bolsonaro, resolveu fazer apologia ao crime, e insinuar (ainda que de forma indireta e covarde) que Bolsonaro não ter morrido em decorrência da facada, foi em razão do agressor ser distraído ou incompetente.

Uma mistura de sadismo e cinismo, que só poderia vir de uma figura patética e irrelevante como o futuro ex-deputado. Frota sabe que jamais será reeleito, está gastando seus últimos momentos de fama para tentar chocar e disfarçar sua incompetência como político (quem o viu atuando na CPMI das “Fake News” teve certeza disso).

Frota é um resquício de um Brasil atrasado, que ainda não se habituou aos novos tempos. Foi eleito fingindo seriedade e compromisso, e será expulso pelo povo nas próximas eleições justamente por encarnar uma versão sem graça do Tiririca.

Frederico Rodrigues

COMPARTILHA