Número de pedidos de desfiliação do PSL quadruplica após briga entre Bolsonaro e Bivar

COMPARTILHE AGORA!

BRASÍLIA — O número de pedidos de desfiliação do PSL quadruplicou desde que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, em outubro do ano passado, que o deputado Luciano Bivar (PE), presidente do partido, estava “queimado para caramba”. O levantamento foi feito pelo GLOBO, comparando os três meses anteriores, de acordo com os dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Desde outubro, 1.256 pessoas pediram o cancelamento da filiação, quase quatro vezes mais do que os 90 dias anteriores, quando houve 363 pedidos. No entanto, o número é pequeno quando comparado aos 348 mil filiados do partido atualmente.

Mesmo com as desfiliações, o número de integrantes do partido ainda é bem superior ao de 2017, antes da filiação de Jair Bolsonaro. Naquele ano, o PSL tinha 246 mil filiados, quase 100 mil a menos do que o atual número.

g1

COMPARTILHE AGORA!