O “paraíso” caribenho a cores: “O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros.” (Veja o Vídeo)

É PRA COMPARTILHAR!

Como se já não bastasse o “paraíso” bolivariano da Venezuela, é-nos apresentado, agora, um retrato a cores de um “paraíso” socialista caribenho. (Veja o vídeo no final do texto)

E é a este país caribenho que as esquerdas brasileiras – PT em especial – atribuem (ou atribuíam) a competência isolada para resolver os problemas de saúde do Brasil.

Aceitar aquela falácia é como acreditar que o CV (Comando Vermelho) seria a última e única esperança para resolver os problemas de criminalidade no Rio.

Ou, como pensar que o PCC (Primeiro Comando da Capital) teria a capacidade única de acabar de vez com o problema da criminalidade em São Paulo.

O astigmatismo cerebral das esquerdas brasileiras – que as fazem ver as coisas distorcidas, e até pelo avesso – parece não ter dimensões finitas.

Certíssima estava Margareth Thatcher, saudosa primeira- ministra do Reino Unido, ao afirmar: “O socialismo dura até acabar o dinheiro dos outros.”

Realmente, o socialismo de Cuba enveredou na direção ao estado terminal desde que, sucessivamente, deixou de ser subvencionado pela União Soviética, pelo petróleo venezuelano e pelo programa petista Mais Médicos.

Cuba, hoje, mais parece uma nação assolada por uma espécie de Socialismo do Século XXI, de contornos desenhados por Chaves e Nicolás Maduro.

Eis o vídeo referido acima:

É PRA COMPARTILHAR!