O “PARÇA”! Gilmar Mendes suspende ação penal contra Alexandre Baldy, secretário de Doria

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, suspendeu nesta quarta-feira (23), uma ação penal contra o secretário licenciado de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy. O secretário de Doria chegou a ser preso na deflagração da operação, mas foi solto por decisão de Gilmar Mendes.

Doria ligou para Gilmar para pedir soltura de Baldy, denuncia senador
Em decisão liminar provisória, Gilmar determinou a suspensão dessa ação e de outra investigação que estava em curso sobre o patrimônio do político, além de medidas cautelares como buscas e apreensão e o sequestro de bens.

Os dois casos são conduzidos pela força-tarefa da Lava-Jato do Rio de Janeiro e têm Marcelo Bretas, da 7a Vara Criminal Federal do Rio, como juiz. No mês passado, Bretas aceitou a denúncia contra Baldy por corrupção. Ele foi acusado de receber propina de dirigentes da organização social Pró-Saúde e da empresa Vermute, entre 2014 e 2018. No período, o secretário era deputado federal e atuava como ministro das Cidades no governo Temer.

Continua depois da publicidade

Gilmar determinou a suspensão até que o STF decida se atenderá o pedido da defesa de Baldy de encaminhar o caso para a Justiça Eleitoral. Os advogados argumentam que os delatores relatam pagamentos ao secretário para fins eleitorais e, por isso, a Justiça Federal não é competente para conduzir essas ações.

Gazeta Brasil

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Vídeo: Sikêra enquadra o lixo comunista Caetana Veloza, à favor da liberação de todas as drogas

VÍDEO: Professora coloca camisinha com a boca e usa aluno como modelo

Selecionados para você!