O que fazer com os 364 covardes mais caros do Brasil?

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Se deputados, com medo do STF, não têm coragem de defender os direitos de outro deputado, por que diabos eles defenderiam os direitos de seus eleitores?

Antes de mais nada, é necessário compreender o seguinte; a imunidade parlamentar é uma garantia importante não porque protege a pessoa de um deputado, mas sim porque protege tudo que aquele deputado representa.

A imunidade existe para que os milhares de eleitores que colocaram seu representante no congresso, não sejam calados. Se os eleitores estiverem insatisfeitos com a forma como sua voz é representada, eles mesmos se encarregam de trocá-lo.

No entanto, o que se viu ontem na votação pela prisão do deputado Daniel Silveira, foi uma coleção de paspalhices e frases “democráticas” de efeito vomitadas por membros de uma casa que NÃO ENTENDEM qual o sentido da própria função que ocupam.

Todos os 364 votos pela manutenção da prisão de Silveira, foram dados contra a pessoa do deputado, não contra o que seu mandato representa.

Não vieram de representantes do povo, vieram de meros office-boys do STF. Esses 364 indignos transformaram a Câmara dos Deputados, que custa R$ 1 bilhão por ano aos cofres públicos, no serviço de despachante mais caro do Brasil.

Ora, para que precisamos do Congresso se este não reconhece nem mesmo seu próprio papel?

Se os deputados estão ali somente para referendar decisões de 11 ministros que não receberam um único voto? Se não defendem nem os seus, por que defenderiam o povo?

Daniel Silveira foi preso por crime de opinião no âmbito de um inquérito ilegal e inconstitucional (Inquérito das Fake News) e de um inquérito que a própria Polícia Federal já declarou que não há provas da materialidade de crimes (inquérito dos atos antidemocráticos).

Todo estudante de diretito do Brasil que terminou mais de 2 períodos na faculdade de Direito sabe que o STF extrapolou e muito suas atribuições nestes inquéritos. Há pessoas presas sem terem sido condenadas e há pessoas sofrendo duras penas sem sentença.

Em qualquer verdadeira democracia do mundo se questionaria porque a suprema corte diz combater ataques à democracia e garantir o respeito às instituições, promovendo o ataque a democracia e o desrespeito às instituições. Mas no Brasil, 364 deputados estendem o tapete vermelho para que os 11 ministros sintam-se à vontade para esbofetear o congresso sempre que seja necessário mostrar quem manda.

Em menos de um ano estes deputados estarão nas ruas e nas redes sociais pedindo o seu voto para representá-lo. Em menos de um ano, estes deputados contam que você esquecerá o quão inúteis eles foram e o quão inúteis eles ainda pretendem ser.

Guarde o nome dos deputados do seu estado que votaram pela prisão do Daniel Silveira e lembre-se que, ali não há um deputado independente que irá lutar por você, ali há um funcionário dos ministros do STF disposto a jogar a sua confiança no lixo para agradar aos seus patrões.

Frederico “Fred” Rodrigues

JCO

Ajude-me a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Facebook (covarde) tira do ar a página principal dos militares de Mianmar

O Brasil diante de uma encruzilhada: Entre a ditadura & a democracia