O STF sangra diante da nação brasileira! (Veja o Vídeo)

É PRA COMPARTILHAR!

As revelações do ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot de que teria se armado para atentar contra a vida do Ministro Gilmar Mendes e contra a sua própria vida, são estarrecedoras.

Sob nenhuma circunstância, qualquer ato de violência pode ser aceita ou justificável. Mas, como seres humanos, estamos sempre sujeitos à passionalidade e ao descontrole emocional. Esse, no entanto, é só mais um fato grave.

O clima de tensão institucional, está sendo gerado há muito tempo, em grandes proporções, pelas atitudes de alguns Ministros que integram o STF, que, pode-se dizer, tentam desesperadamente esvaziar a Operação Lava Jato.

São julgamentos pendulares, seletivos, incoerentes, desconexos, inconsequentes e absurdos, que nitidamente tentam blindar as organizações corruptas que aparelharam o Estado brasileiro para roubar e que, uma a uma vêm sendo desbaratadas.

Há fortes indícios de que Ministros do STF tenham íntima ligação com essas estruturas. E que buscam protegê-las.

E a sociedade percebe essas manobras, sempre envoltas em casuísmos e em disparates jurisdicionais que provocam a insegurança e a falta de confiança na mais alta corte de Justiça da República.

E o maestro destes malabarismos é Gilmar Mendes, sobre quem pesam sérias acusações e indícios de má prática na atividade jurisdicional.

A sociedade brasileira inteira está sendo provocada por essa figura. Tanto é assim que existem pedidos muito bem fundamentados de impeachment contra esse e outros magistrados da Corte.

Também há um requerimento assinado por 30 Senadores da República, solicitando a abertura da chamada CPI da Lava Toga. Mas artifícios de parlamentares diretamente envolvidos com os atos investigados pela Lava Jato, somam esforços para que tudo seja varrido para debaixo do tapete.

A nação brasileira assiste a tudo, atenta, vigilante e participativa. As investigações devem prosseguir. E não há forma de se abortar o sentimento de mudanças e de averiguação profunda de todos os fatos que a sociedade exige que aconteça!

A crise institucional vai se agravar de forma aguda se o Senado da República não cumprir fielmente o seu papel institucional ordenado pela constituição, que é conhecer, processar e julgar os fatos e os indícios tidos por ilegais praticados por Gilmar Mendes e outros Ministros do STF.

Tudo dentro do devido processo legal.

Afinal, num Estado Democrático de Direito e numa República ninguém pode se postar acima da Lei. Mesmo que se ache ungido de poderes e se porte como se fosse um soberano.

Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

É PRA COMPARTILHAR!