Oposição a Doria consegue assinaturas para CPI da Propaganda

Compartilhar

Até o momento, 34 parlamentares endossaram o documento apresentado pelo deputado estadual Danilo Balas (PSL-SP).

Deputados que fazem oposição ao governador João Doria (PSDB) na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) conseguiram recolher o número mínimo de assinaturas necessárias para protocolar um pedido de abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) cujo objetivo será investigar contratos de publicidade firmados pela atual gestão.

O autor do pedido é o deputado estadual Danilo Balas (PSL-SP), que é agente da Polícia Federal (PF). Para que o pedido de criação da CPI fosse protocolado, eram necessárias 32 assinaturas. Até o momento, 34 parlamentares endossaram o documento — são deputados de várias legendas, como PSL, PT, PP, Avante, Republicanos, Novo, PSB, PTB, PRTB, PC do B e PDT.

Reportagem publicada por Oeste no dia 24 de setembro mostrou que o governo de São Paulo oficializou o cancelamento de um contrato firmado com as agências Lew’Lara Tbwa Publicidade Propaganda Ltda., Propeg Comunicação S/A e Z 515 Propaganda Ltda. que vigorava desde 2018.

O distrato foi informado pelo governo no dia 15 de setembro, no âmbito de uma ação popular movida por Balas no Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

A ação foi protocolada no dia 22 de março, com um pedido de urgência para a suspensão de um aditivo contratual de até R$ 90 milhões, por um período de seis meses, para gastos com publicidade.

revistaoeste

Compartilhar

CPI da Covid aprova nova convocação de Marcelo Queiroga

A conta do “Fica em casa” está chegando em todo o planeta! Assista o drama…

Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.