VÍDEO: ‘Peguei o rosto dela na mão, botei na sacola e corri’, diz namorado que socorreu jovem após acidente com kart

COMPARTILHE AGORA!

Débora Stefanny Dantas de Oliveira teve o couro cabeludo e parte da pele arrancados. Jovem está internada no Hospital da Restauração, no Recife.

O namorado da jovem de 19 anos que teve o couro cabeludo arrancado em um kart falou sobre o acidente e recordou o resgate, ocorrido no domingo (11). “Eu peguei o rosto da minha namorada na minha mão, botei em uma sacola […] e corri”, disse o microempresário Eduardo Tumajan, nesta terça-feira (13). (Veja vídeo acima)

Débora Stefanny Dantas de Oliveira estava com o namorado na pista de kart no estacionamento do Walmart, localizado na esquina da Avenida Fernando Simões Barbosa com a Rua Padre Carapuceiro, em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife. Desde o acidente, ela está internada no Hospital da Restauração, no bairro do Derby.

Débora tinha o cabelo longo, até quase a altura da cintura, e o prendeu para poder correr, relatou o namorado. No momento do acidente, ela usava a touca no mesmo estilo da usada por pilotos, mas o cabelo deve ter se soltado, segundo ele.

“Foi um negócio muito rápido. A gente estava no kart, eu dei a primeira volta. Vi que o carro dela parou, quando eu ia ultrapassar, achei que ela tinha batido. Quando eu parei, ela tava com daqui [da testa] para cima todo cortado, só estava o osso”, disse.

Ao perceber o que aconteceu, Eduardo contou que saltou do kart e retirou a namorada do veículo. “A gente esperou por ajuda, mas não veio ajuda. O máximo que fizeram foi ligar para o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] e os seguranças assim ficaram de longe olhando”, afirmou o namorado.

O cabelo e a parte do rosto arrancados no acidente foram colocados na sacola e, com auxílio de um senhor que estava também no local, o microempresário socorreu a namorada para o Hospital da Restauração.

O cirurgião Jonathan Vidal, em coletiva de imprensa nesta terça, explicou que, como o material foi levado para o hospital, médicos dos setores de neurocirurgia e de cirurgia plástica do HR conseguiram recuperar e reimplantar 80% da área atingida em uma cirurgia que durou cinco horas.

https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2019/08/13/peguei-o-rosto-dela-na-mao-botei-na-sacola-e-corri-diz-namorado-que-socorreu-jovem-apos-acidente-com-kart.ghtml

COMPARTILHE AGORA!