PM QUER A CABEÇA DE DORIA: Violência e insatisfação na PM viram principal dor de cabeça do Governador

COMPARTILHE!

Governador anunciou na segunda-feira um novo programa de treinamento da polícia, criticado por especialistas.

Na semana em que o Estado de São Paulo bateu recordes consecutivos de mortes por coronavírus registradas em 24 horas, o tema covid-19 chegou a ficar em segundo plano no Palácio dos Bandeirantes durante alguns dias. João Doria (PSDB) e sua equipe foram obrigados a concentrar esforços em outra dor de cabeça que os acompanha desde o início do governo, a Polícia Militar.

Diante de vídeos e denúncias de quase uma dezena de casos de violência policial nos últimos dias, Doria anunciou na segunda-feira um novo programa de treinamento da polícia, criticado por especialistas e que não melhorou, pelo contrário, acirrou a relação conflituosa entre o governador e sua tropa.

Valor

COMPARTILHE!

“A Maior Ação do Mundo” contra inquéritos inconstitucionais do STF está sendo articulada por advogados que representam o povo Brasileiro

FACEBOOK perde R$ 39 bilhões com Coca-Cola e Unilever fora do Facebook