‘Qual foi o crime desse rapaz?’, diz Janaina sobre Eustáquio

COMPARTILHE!

“Não quero saber o artigo de lei supostamente violado, quero saber qual foi o fato criminoso!”, diz a deputada.

A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) saiu em defesa, nesta terça-feira (30), do jornalista Oswaldo Eustáquio, que teve sua prisão temporária prorrogada na manhã de hoje.

Em uma série de mensagens no Twitter, Janaina perguntou onde está a revolta da imprensa com a prisão do jornalista:

“A antipatia é suficiente para mandar prender alguém? Onde está a Imprensa? Por que a Imprensa só se movimenta pelos jornalistas de esquerda? Isso não é defender direitos e prerrogativas!”

A parlamentar acrescentou:

“Se o jornalista é de esquerda, não se pode nem questionar! Se o jornalista é de direita (e de uma direita estridente) pode mandar prender! Não duvido que passem a admitir até pena de morte! Afinal, ao que parece, é preciso exterminar esses diferentes.”

Quatro dias após a prisão de Eustáquio, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, os advogados de defesa ainda não têm acesso ao processo nem sabem o suposto crime cometido por ele.

Ainda na rede social, Janaina continuou:

“Quando a defesa de prerrogativas e Direitos é seletiva, não se defendem as prerrogativas, mas ideologias! Qual foi o crime desse rapaz? Não quero saber o artigo de lei supostamente violado, quero saber qual foi o fato criminoso!”

E completou:

“Assustador, vergonhoso, ler que nem mesmo seus advogados tiveram acesso à decisão que determinou a prisão! Vergonhoso os assim chamados defensores da Democracia se calarem diante dessa situação!”

Renova Mídia

COMPARTILHE!

Governo não existe para servir a ungidos, diz Weintraub

Guedes quer parcelar em 4 vezes auxílio: primeira parcela será de R$ 500; a segunda, de R$ 100; a terceira, de R$ 300; e a quarta, de R$ 300.