Randolfe compara Bolsonaro com Hitler para criticar atuação na pandemia

Compartilhe!

Em entrevista ao UOL, o vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe ‘DPVAT’ Rodrigues, citou o ditador nazista Adolf Hitler para criticar a atuação do presidente Jair Bolsonaro na pandemia da Covid-19.

‘DPVAT’ sugeriu que, assim como Hitler foi o responsável pelo “morticínio” que ocorreu na Alemanha entre 1930 e 1940, Bolsonaro é o responsável pelo “morticínio” que acontece no Brasil durante a pandemia.

Continua após a publicidade

“Existe hoje um morticínio em curso no Brasil. Quem for responsável passará para a história da mesma forma que Hitler passou”, afirmou o vice-presidente da CPI da Covid.

O senador atribuiu ao “negacionismo” as 400 mil mortes por Covid no Brasil. “Os cadáveres estão colocados. Foi o negacionismo que fez os cadáveres surgirem. São 400 mil brasileiros mortos. Não querer apurar responsabilidade dessa seria omissão gravíssima. Principalmente quando órgãos não fizeram”.

gazetabrasil

Compartilhe!

Brincou com Deus: Paulo Gustavo está por um fio, entre a vida e a morte

Lira dá “lição” em Cármen Lúcia: Não há prazo para analisar pedidos de impeachment

Continua após a publicidade

Comentários


Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.