Rodrigo Maia, acredite, sai em defesa do The Intercept: “Não é crime”

COMPARTILHA

“Não é crime”, explicou o presidente da Câmara dos Deputados. Novas mensagens entre procuradores foram reveladas nesta sexta-feira (05).

Nesta sexta-feira (5), o presidente Rodrigo Maia (Câmara dos Deputados) defendeu a publicação dos supostos diálogos atribuídos a membros da Lava Jato.

Em entrevista ao Pânico, rádio Jovem Pan, Maia saiu em defesa do The Intercept e afirmou que não pode haver “dois pesos e duas medidas”.

“Quando é para beneficiar um lado, é bacana, mas quando é para beneficiar outro lado, aí não pode? Um vazamento de um documento sigiloso que foi entregue por um agente público a um jornalista é pior do que um hacker vazar uma informação?”, questionou.

A afirmação do parlamentar diz respeito ao Wikileaks, organização que publica postagens de fontes anônimas e que em 2010 publicou documentos confidenciais do governo dos Estados Unidos.

Conexão Política

COMPARTILHA