SERÁ COMUNISTA? Noblat defende Lula após petista minimizar ditadura na Nicarágua e comparar Ortega a Merkel

Compartilhar

Nesta terça-feira (23), o jornalista Ricardo Noblat saiu em defesa de Lula após repercussão da fala do petista sobre o regime ditatorial existente na Nicarágua em entrevista ao jornal espanhol “El País”.

“Mídia ataca Lula com trecho de entrevista e omite resposta completa, com crítica a Daniel Ortega. Ex-presidente começa a ser atacado com falas tiradas de contexto em suas entrevistas (Brasil247)”, escreveu o jornalista em rede social.

Lula perguntou: “por que Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder e Daniel Ortega não? Por que Felipe González pode ficar 14 anos no poder? Qual a lógica?”

Em seguida, Lula disse que não conhece detalhes das prisões citadas e afirmou: “Se o Daniel Ortega prendeu a oposição para não disputar a eleição como fizeram no Brasil contra mim, ele está totalmente errado. Na mesma resposta, Lula ainda disse ser a favor da alternância de poder e se contradisse.

“Todo político que começa a se achar imprescindível ou insubstituível começa a virar um pequeno ditador.” E completou: “Por isso, sou favorável à alternância de poder. Eu posso ser contra, mas eu não posso ficar interferindo nas decisões de um povo. Nós temos que defender a autodeterminação dos povos.”

Eis a entrevista de Lula:

Gazeta Brasil

Compartilhar

Senado aprova convite para Aras falar sobre relatório da CPI da Covid

Extradição de Carvajal será catastrófica para Lula e coloca o “último prego” no caixão do PT (veja o vídeo)

Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.