STF incentiva a corrupção! Mas não vai conseguir calar o Brasil! (Veja o Vídeo)

Quem é patriota compartilha!

Foi isso o que vimos nesta quinta-feira (14) após a vergonhosa decisão que retirou da Justiça Federal a competência para conhecer, processar e julgar os casos de corrupção advindas de doações de campanha (o chamado “caixa 2”), dizendo que todos esses processos devem ser julgados pela Justiça Eleitoral.

Ora, todos os que convivem nos meios jurídicos sabem de três verdades.

A primeira, é que a Justiça Federal vinha fazendo uma eficiente e rápida limpeza na estrutura corrupta que tomou conta do sistema eleitoral brasileiro, onde empresas privadas financiam candidaturas, que uma vez vencedoras, assumem o poder, para beneficiar quem os financiou. Um toma lá dá cá bilionário. Grandes figuras estão presas e muitas outras deverão ter o mesmo fim!

A segunda é que a Justiça Eleitoral brasileira não tem a estrutura mínima para julgar essas causas, cujo destino, a partir de agora, será invariavelmente a prescrição.

O terceiro é que o que foi feito nesta quinta-feira foi uma violenta manobra (uma gambiarra jurídica) para esvaziar a “Operação Lava Jato” em benefício e em proteção de políticos (sobretudo do PT, PSDB e outros partidos grandes) enlameados até os olhos com os excrementos do dinheiro sujo. Foi lamentável ver figuras de ministros abjetos defenderem o antigo sistema, numa verdadeira encenação jurídica.

O STF tem que se curvar ao clamor popular?

Por certo que não! Mas não pode ficar surdo a ele. A população brasileira sabe direitinho quem é quem. E fez opções por mudanças em 2018. Só não muda esses ministros porque não pode.

As bravatas de Toffoli (ameaçando Procuradores e outros críticos com processos), o discurso inflamado de Gilmar Mendes (logo quem?) e os outros desacreditados ministros que validaram esse constrangimento, tentam humilhar a história do Supremo. Não vão conseguir! Atrás disso tudo, está uma grande orquestração de um imenso acordo para promover a impunidade. Foi um ensaio para a libertação de Lula no mês que vem.

Tem que haver reação crítica, pacífica, ordeira mas com firmeza, rapidez e contundência.

Seis ministros do STF votam, mas não podem caçar nossa palavra, nem sufocar nossa voz, ou borrar nossos escritos!

Também não podem transformar o novo Brasil no paraíso dos ladrões impunes! Não passarão!

As forças que querem o fim da corrupção que esfarrapa a teia social brasileira não podem arrefecer, nem se calar, nem se omitir.

A Nação pode ter perdido essa batalha. Uma importante batalha! Mas não vamos perder a guerra!

O confronto do bem contra o mal, continua!

Veja o vídeo

Luiz Carlos Nemetz

Jornal da Cidade Online


NOSSO GRUPO NO WHATSAPP! Entre aqui!

Participe dos debates nos grupos!

Quem é patriota compartilha!