Suprema Corte derruba Biden, que obrigava empresas a vacinar funcionários

Compartilhar

Juízes da Suprema Corte consideraram que órgão federal não tem autoridade para exigir obrigatoriedade de vacinação. Decisão é derrota para Joe Biden.

A Suprema Corte dos Estados Unidos derrubou, nesta quinta-feira, 13, a obrigatoriedade de que empresas privadas exijam a vacinação de seus funcionários. A decisão, por um placar de 6 votos a 3, é uma derrota para a gestão de Joe Biden. A norma, criada em novembro pelo governo federal, se aplicava a empresas com pelo menos 100 funcionários e afetou 84 milhões de pessoas. Como alternativa, a regra estabelecia que os empregados também poderiam fazer testes semanais — mas a medida era tida como impraticável porque os exames deveriam ser pagos do próprio bolso.

A norma anulada pela Suprema Corte fora imposta pela Agência de Saúde e Segurança Ocupacional (OSHA, na sigla em inglês), um órgão do governo federal que lida com a segurança do trabalho. Na avaliação do tribunal, a agência pode impor restrições em casos específicos (como o de pesquisadores que lidam diretamente com o vírus, em laboratório), mas não aos trabalhadores em geral.

“A abordagem indiscriminada da OSHA deixou de levar em conta essa distinção crucial — entre risco ocupacional e o risco de forma mais geral”, diz a decisão da Suprema Corte.

Centenas de empresas e alguns estados americanos vinham contestando a norma na Justiça — dentre outros motivos, porque ela criaria custos adicionais e resultaria em escassez de mão-de-obra.

Vacinação permanece para profissionais de saúde

Ao mesmo tempo em que derrubou a obrigatoriedade de vacina para empresas com mais de 100 funcionários, a Suprema Corte manteve uma determinação do governo federal que exige a vacinação de profissionais do setor de saúde. Neste caso, a determinação havia partido do CMS, o órgão federal encarregado do Medicaid e do Medicare (programas que funcionam como seguros-saúde bancados pelo governo). O placar foi de 5 votos a 4. O tribunal avaliou que a norma está dentro das atribuições do CMS, e que outras regras do tipo já foram aplicadas anteriormente. Neste caso, a obrigatoriedade se aplica a todas as clínicas e hospitais que recebem pagamentos por meio do Medicaid ou do Medicare (ou seja: apenas um pequeno número está imune à obrigação).

Derrotado nesta votação, o juiz Clarence Thomas afirmou, em seu voto, que a regra é fruto de uma intervenção indevida do órgão federal: “Esses casos não dizem respeito à eficácia ou importância das vacinas contra a covid-19. A única questão é se o CMS tem a autoridade estatutária para forças trabalhadores, por meio da coerção dos seus empregadores, a se submeter a um procedimento médico que eles não desejam e que eles não podem reverter”, escreveu ele.

ATENÇÃO PATRIOTA. Não deixe o site acabar! O site precisa e muito do apoio de seus leitores para continuar. Dependemos unicamente do financiamento do nosso público leitor, por meio de doações para tocar adiante nosso projeto. O site é hoje um dos poucos veículos da chamada imprensa independente que mantém-se fiel ao compromisso com a verdade dos fatos e a defesa de valores conservadores. Dentre os demais, muitos renderam-se ao chapa-branquismo desbravado, lançando mão até mesmo da divulgação de conteúdos falsos ou enganosos para esse intento. Esse tipo de conduta você jamais irá ver aqui. Estou nesse momento apelando encarecidamente ao nosso público para que contribua conosco. Você poderá fazer esta contribuição clicando em DOAR abaixo. Fernando Amaral Produtor


Participe e comente
ÚLTIMAS DA HORA
Querido Jair, ela está com Deus, sem dúvida...
Pai desesperado com filho que vacinou, morreu.
Lula aparece na rua e o povo manda um recado...
Mãe de Bolsonaro morre aos 94 anos
Elza Soares morre aos 91 anos, alguém lembra?
Deputado detona Moraes e Fux: “Existe uma necessidade urgente de trazer ordem ao STF”
Como ACABAR com os sites de esquerda e as big techs!
URGENTE: STF manda punir pais que não vacinam filhos
TEM TRETA? Aaa... Anvisa barra spray nasal israelense contra Covid-19
OLHA O PAPO! Mais de 60% das reações à vacina são psicológicas, diz estudo
SHOW: Fábio Faria solta o verbo contra a velha mídia (veja o vídeo)
Bolsonaro detona Pfizer e alerta os pais sobre vacina em crianças
Grávida de trigêmeos exibe foto inacreditável da barriga um dia antes do parto
VÍDEO: Gastou $10 Bilhões em vacinas e ganhou $200 Bilhões, canalha....
“Pode te soltar mil vezes... A gente sabe o que você fez” (veja o vídeo)
Presidente da Unimed sofre após falar sobre vacinas
Veja como ficou o sangue da mulher após "picadinha"
‘STF terá candidatura própria ou vai coligar com o PT?’
Se Jefferson morrer na cadeia de quem será a culpa?
O mistério das pesquisas eleitorais
Novas revelações de Carvajal assombram o PT e tiram o sono de Lula (veja o vídeo)
Justiça arquiva processo de Lulinha na Lava Jato
“Proibiremos o Telegram no país? Algo precisa ser feito”
Bocó da mídia diz que Twitter recebeu 7 mil e-mails cobrando ação contra fake news
Essa é boa! Justiça condena veterinária a pagar R$ 50 mil por burlar sistema e tomar três doses de vacinas contra Covid-19 por conta própria em SP
Compartilhar

Asteroide do tamanho de um prédio de 20 andares pode atingir a Terra em 2023

Covid encolhe pênis, perdeu 3,8 Cm de macho

Ajude a manter o site no ar. Faça uma doação de qualquer valor.


Compartilhe nos grupos do Facebook e nas suas redes.