Supremo absurdo: STF encerra inquéritos sobre André Esteves ligados à delação de Palocci

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Ministro Gilmar Mendes atendeu a pedido da defesa do banqueiro.

O ano mal começou, e já temos a primeira “boa ação” do STF.

Inquéritos arquivados por lá. Inquéritos arquivados no Senado e na Câmara. Uma engrenagem nociva que tem que ser quebrada.

Para isso, é preciso mudar a condução do Congresso. Chega de impunidade.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou o encerramento de dois inquéritos sobre o banqueiro André Esteves, abertos a partir da delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci.

A decisão foi tomada em dezembro e publicada na sexta-feira 8. As investigações estão em andamento na Justiça Federal do Paraná.

Após a decisão, os advogados do banqueiro afirmaram que “a defesa de André Esteves sempre teve confiança no Judiciário e absoluta certeza de que nunca houve absolutamente nada ilegal”. Assinaram a resposta Sepúlveda Pertence, Sônia Ráo e Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay.

Gilmar Mendes atendeu a um pedido da defesa de Esteves, que teve aval ainda da Procuradoria-Geral da República (PGR). O ministro entendeu que as apurações se basearam “nas simples declarações do colaborador Antonio Palocci, cujas afirmações foram consideradas pela própria polícia como destituídas de qualquer elemento de corroboração”.

Mendes diz ainda que os inquéritos também se basearam em elementos que já estão em análise em outras instâncias da Justiça e em fatos de “ouvir dizer”.

Revista Oeste

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Assista: Jet Ski explode com 2 pessoas no mar

YouTube suspende canal de Donald Trump por violar política de incitação à violência