TCU aponta mais de 7 mil políticos bandidos com a “ficha suja”

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO


O Tribunal de Contas da União (TCU) entregou, nesta segunda-feira (14), ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma lista de mais de 7 mil políticos cujas contas foram julgadas irregulares nos últimos oito anos.

Os nomes apresentados pelo TCU estão inelegíveis para o pleito de 2020, conforme prevê a Lei da Ficha Limpa.

Em cerimônia virtual, os presidentes do TCU, ministro José Múcio Monteiro, e do TSE, Luís Roberto Barroso, enfatizaram que nem todos os casos citados se referem a improbidade ou desonestidade.

Continua depois da publicidade

Segundo o jornal Valor Econômico, Múcio declarou:

“Não podemos dizer que as pessoas desta lista se serviram do dinheiro público, mas que houve dinheiro público gasto sem a devida comprovação.”

Barroso acrescentou:

“Muitas vezes os vícios nas prestações de contas decorrem de desconhecimento, de modo que eu faço um apelo aos prefeitos que serão eleitos neste ano: cerquem-se de profissionais que possam orientá-los a encaminhar da melhor maneira, porque a pior coisa é sofrer as penas da Justiça sem ter cometido uma infração, por desaviso.”

A lista de políticos com contas rejeitadas pelo TCU é normalmente utilizado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) para impugnar candidaturas junto à Justiça Eleitoral.

Renova Mídia

COMPARTILHE AGORA E COMENTE LOGO ABAIXO

MISÉRIA GERAL: Brasileiro mostra a realidade no centro de Los Angeles com Governador da esquerda

CHINA QUER DOMINAR A HUMANIDADE! Sementes misteriosas da China chegam em Santa Catarina que emite alerta