Brasília(DF), 23/11/2017 - STF - Julgamento do Foro privilegiado - Foto: Michael Melo/Metrópoles

URGENTE: Barroso diz que gabinetes no STF distribuem senha para soltar corrupto

Ao ser questionado sobre quais gabinetes se encontrariam nessa situação, ministro sorriu e ficou em silêncio.

m entrevista à colunista Mônica Bergamo, publicada nesta quarta-feira (26/9) pela Folha de S. Paulo, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), comentou sobre o que considera ser uma corrupção estrutural e sistêmica envolvendo recursos públicos e a impunidade no país.

Barroso afirmou que há no Supremo gabinete distribuindo senha para soltar corrupto. “Sem qualquer forma de direito e numa espécie de ação entre amigos”, disse. Ao ser questionado sobre quais gabinetes se encontrariam nessa situação, ministro sorriu e ficou em silêncio.

Na entrevista, o ministro afirmou também que no momento em que são celebrados os 30 anos da Constituição brasileira, promulgada em 5 de outubro de 1988, é necessário “renovarmos nossos compromissos democráticos”. Segundo ele, são “duas regras: quem ganha [as eleições] leva. Quem leva, respeita as regras do jogo e os direitos dos outros”.

Questionado sobre a possibilidade da volta de uma tutela militar sobre o país, o magistrado afirmou: “Nós já percorremos todos os ciclos do atraso. E portanto eu acho que esse é um risco inexistente”.

Na conversa, em seu gabinete no STF, ele afirmou ainda que o impeachment da presidente Dilma Rousseff, em 2016, “não fez bem ao Brasil” por ter criado ressentimento e polarização, situações que as eleições, afirma, serão “capazes de cicatrizar”.

Barroso voltou a repetir que a corrupção no Brasil foi endêmica e que há uma aliança entre “corruptos, elitistas e progressistas” para que o combate a ela seja interrompido.

Metrópoles

DETALHE: MATÉRIA DE 26/09/2018 E ATÉ HOJE NADA MUDOU…

Vídeo: Inspetor Alberto mostra a putaria do PT no rio São Francisco

Apoiar Bolsonaro é crime. Oswaldo Eustáquio é o primeiro jornalista do país “preso político”