VIDENTE? Dória fechou acordo com laboratório Chinês Sinovac Biotech em Agosto de 2019

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

por paulo eneas
O acordo estabelecido pelo governador João Doria (PSDB-SP) com o laboratório chinês Sinovac Biotech, o mesmo que produz uma vacina contra o coronavírus em parceria com o Instituto Butantã, foi fechado em agosto de 2019, cerca de seis meses antes da Organização Mundial de Saúde declarar oficialmente a situação de pandemia.

A revelação foi feita pelo próprio governador tucano durante coletiva no mês de junho deste ano, como pode ser vista no vídeo abaixo.

O governador declarou esta semana sua intenção inconstitucional de impor aos cerca de 45 milhões de brasileiros que vivem no Estado de São Paulo a obrigação de tomar a vacina produzida por este mesmo laboratório chinês, e ainda ameaçou adotar medidas legais para garantir esta obrigatoriedade.

Continua depois da publicidade

Cabe questionar por quais motivos e interesses o governador estabeleceu parceria com um laboratório chinês antes mesmo da eclosão do surto epidêmico. Outro questionamento pertinente consiste em saber se são estes motivos e interesses que estão levando o governador tucano a tentar obrigar os brasileiros de São Paulo a tornarem-se cobaias de laboratório farmacêutico chinês.

Crítica Nacional

COMPARTILHE A NOTÍCIA EM SUAS REDES SOCIAIS

Bolsonaro: “Eu peço a Deus estar aqui com vocês em 2023”

“Não somos RATOS DE LABORATÓRIO”, médicos rebatem “obrigação” da vacina de Doria